Programa de fomento à iniciação científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia: Objetivos e resultados alcançados

Main Article Content

Rosangela Moreira de Oliveira, Carolina de Andrade Spinola, Laumar Neves de Souza, José Gileá

Resumo


Este artigo tem como objetivos identificar quais são as bases que sustentam e dão sentido ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) fomentado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb), assim como procurar avaliar qual tem sido a sua eficácia, por meio dos resultados por ele alcançados. Vale pontuar que uma iniciativa dessa natureza não se justifica apenas pela escassez de estudos que discutam a eficácia de programas congêneres no Brasil, mas, sobretudo, pelo fato de a Fapesb ter passado a apoiar cada vez mais intensamente o seu PIBIC. Do ponto de vista dos dados que subsidiam as análises que se empreendeu, eles foram obtidos por meio de pesquisa documental estruturada a partir da análise dos cadastros dos bolsistas de IC, fornecidos pelas universidades apoiadas desde a criação do programa, em 2003, até o ano de 2010. O cenário que foi descrito  apontou, em linhas gerais, que o PIBIC/Fapesb contribuiu não apenas quantitativamente, mas também qualitativamente para a formação de capital humano no território baiano. Seus reflexos, a bem da verdade, se fizeram sentir com muito mais intensidade, como seria natural esperar, no âmbito das IES no qual este, enquanto política pública, se fez presente.


Abstract


This article aims to identify which are the bases that support and give meaning to the Institutional Program for Scientific Initiation Scholarships (PIBIC) promoted by the Research Support Foundation of the State of Bahia (Fapesb), as well as to try to evaluate what has been its effective ness, through the results achieved by it. It is worth noting that an initiative of this nature is not justified only by the scar city of studies that discuss the effective ness of similar programs in Brazil, but, above all, by the fact that Fapesb has started to increasingly support its PIBIC. From the point of view of the data that support the analyzes that were under taken, they were obtained through documentary research, structured from the analysis of the IC fellows' registrations, provided by the supported universities, since the creation of the program, in 2003, until the year 2010. The scenario that was described indicated, in general terms, that the PIBIC/Fapesb contributed not only quantitatively, but also qualitatively to the formation of human capital in the territory of Bahia. His reflexes, in fact, were felt much more intensely, as would be natural to expect, in the context of the HEIs in which it, as a public policy, was present.

Palavras-chave

Iniciação científica
Fomento à pesquisa
Educação
Desenvolvimento
Bahia

Article Details